galeria post recente

Resenha - Minha vida mora ao lado - Huntley Fitzpatrick

Sinopse:  "Minha mãe nunca ficou sabendo de uma coisa, algo que ela reprovaria radicalmente: eu observava os Garrett. O tempo todo."
Os Garrett são tudo que os Reed não são. Barulhentos, caóticos e afetuosos. São de verdade. E, todos os dias, de seu cantinho no telhado, Samantha sonha ser uma deles, ser da família. Até que, numa noite de verão, Jase Garrett vai até lá e...
Quanto mais os adolescentes se aproximam, mais real esse amor genuíno vai se tornando. Contudo, precisam aprender a lidar com as estranhezas e maravilhas do primeiro amor. A família de Jase acolhe Samantha, apesar dela ter que esconder o namorado da própria mãe.
Até que algo terrível acontece, o mundo de Samantha desmorona e ela é repentinamente forçada a tomar uma decisão quase impossível, porém definitiva. A qual família recorrer? Ou, quem sabe, Sam já é madura o bastante para assumir suas próprias escolhas? Será que está pronta para abraçar a vida e encarar desafios? Quem você estaria disposto a sacrificar pela coisa certa a se fazer? O que você estaria disposto a sacrificar pela verdade?


Resenha: Samantha é uma menina de 17 anos e mora em Stone Bay, com a mãe e a irmã. Quando ainda era criança, os Garrett se mudaram para casa ao lado da dela. Mas sempre foram recriminados por sua mãe, que sempre arrumava um motivo para reclamar da família, ou porque eram uma família muito grande, ou porque o quintal era uma bagunça. Mau sabia ela, que sua filha os observava há muito tempo.
"Os Garret já eram a história que me ninava, muito antes de eu imaginar que podia fazer parte dela"
O que Sam não esperava, era que em uma bela noite em seu telhado, um dos Garret apareceria, e mudaria sua vida para sempre. Jase era um dos oito filhos do Sr. e Sra. Garret, um garoto adorável, que adora plantas e animais de estimação (alguns um pouquinho fora do comum) e que aos poucos vai conquistando o amor e confiança da Sam.
"– Você vai se casar com o jase?Engasgo e começo a tossir de novo.– É… Não. Não, George. Só tenho dezessete anos. – Como se essa fosse a única razão para não estarmos noivos."
Sam, desde sempre foi acostumada a não falar sobre os Garret, e mesmo depois que começou a conviver com a família, continuou a manter segredo sobre o recente convívio com eles, até que um dia, por um triste acaso do destino, a vida dos Reed e dos Garret, colidem de uma forma triste e dolorosa. O que era pra ser uma linda estória de amor entre Sam e Jase, acaba se tornando uma tragédia, que pode dar um fim em tudo o que Sam estava sonhando nos últimos tempos, fazer parte da linda e unida família Garret.
"A expressão que toma conta do rosto de George é uma das coisas mais difíceis que já tive que enfrentar. Tantos desastres imaginários em sua mente, mas este é um que ele nunca previu."
Eu tenho o costume de não reler livros, consigo contar nos dedos os livros que reli, mas quando me perguntam, "Qual livro você não se cansa de ler?" com certeza, "Minha vida mora ao lado", sempre será minha resposta. Sabe aquele livro que tem um cantinho especial na sua estante, e quando você está cansado de tudo, é pra ele que você corre? Pra mim esse livro é "Minha vida mora ao lado", conheci ele através do instagram da Editora Valentina, que lançou o livro em 2015. Foi um daqueles livros que você compra no impulso, não li sinopse, não olhei a capa, apenas me apaixonei pelo título, e claro depois pela estória, e hoje, o livro se tornou a minha válvula de escape para os problemas do dia a dia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Blog Emoções em páginas - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo