05 julho 2017

5º Dia: Capa mais bonita da estante


Mayra: Boa noite❤ Hoje eu tive uma missão difícil, escolher a capa mais bonita da minha estante. Eu sou completamente apaixonada por todos os meus livros ❤ A maioria deles tem capas perfeitas. A linguagem das flores me conquistou, justamente por eu ser uma apaixonada por flores ❤ Além de ser um dos meus livros favoritos, eu fiquei encantada com o dicionário de flores e essa capa é I-N-C-R-Í-V-E-L ❤❤❤ ❤
Sinopse: Um romance de estreia impressionante, comovente e brilhantemente escrito, A linguagem das flores mistura passado e presente, criando um retrato vívido de uma mulher inesquecível cujo talento com as flores a ajuda a mudar as vidas das pessoas, enquanto luta para superar suas próprias lembranças turbulentas.
Na era vitoriana, as flores eram usadas para expressar emoções: madressilva para devoção, azaleias para paixão, rosas vermelhas para amor. Ainda criança, Victoria Jones aprendeu tudo sobre essa linguagem, mas sempre a usou para comunicar sentimentos como dor, desconfiança e solidão.
Depois de passar a infância em abrigos para menores abandonados, Victoria não consegue se aproximar de ninguém e sua única conexão com o mundo é por meio das flores e de seus significados.


Agora com 18 anos, Victoria se vê sozinha e sem ter para onde ir. Ela dorme numa praça pública, onde cultiva um pequeno jardim particular.
Quando uma florista local lhe oferece um emprego, Victoria descobre que tem o dom de ajudar as pessoas por meio das flores que escolhe para elas.
Mas só depois de conhecer um misterioso vendedor do mercado de flores
ela entende o que falta em sua vida. E, ao perceber que está se apaixonando por ele, Victoria é obrigada a confrontar um doloroso segredo do passado e decidir se arrisca ou não dar uma segunda chance à felicidade.
A linguagem das flores é um romance emocionante sobre o significado das flores, da família e do amor.

Vanessa: Oi pessoal! Querem saber qual é a capa mais bonita da minha estante?
A decisão foi difícil, mas lá estava ela em toda sua glória e beleza, com traços delicados e ao mesmo tempo, cores fortes. Não deu outra!
O livro “Terra do Sol” da Eliana Portella tem a capa linda. Ela é rica em detalhes e muito bem ilustrada. A diagramação do livro também é muito linda!
 A princípio o livro relata a chegada do casal de médicos pesquisadores russos, Dmitry e Natasha Pasternak, que vieram para o Brasil em meados de 1976, e se apaixonaram pelo Amazonas. O tempo passa e o casal faz amizade com Iara, nativa da terra, No decorrer do livro há uma trágica mudança, onde Natasha acaba morrendo e Dmitry fica viúvo e com um filho pequeno para cuidar, e Iara que já cuidava do pequeno Yuri antes, passa a dar mais atenção a ele juntamente com sua filha Moana.
O livro é dividido em três partes que, aliás, foi muito bem entrelaçada do começo ao fim! 
Neste livro podemos encontrar três tipos de amor:
pais e filhos, casal e platônico;
Garanto-lhes que vale muito a pena à leitura, pois, você irá rir, chorar, se apaixonar e em alguns momentos também irá se revoltar com algumas coisas... E no fim, você desejará que o livro não acabe!
Sinopse: Dmitry e Natasha Pasternak desembarcaram no Brasil em meados de 1976 com destino ao Amazonas.  Os jovens e louros doutores integravam uma elite de médicos pesquisadores soviéticos.  E foram necessários bem mais que insistentes convites para ingressarem na aventura de trocar Moscou por uma floresta. Dividiam as mesmas paixões, entre elas a ideia de deixar a Rússia e se aventurar num país de terceiro mundo, o que parecia mais um devaneio que um sonho; e trocar a terra natal pelo Brasil nunca fizera parte de seus planos.
Uma expedição em terras brasileiras que deveria durar um curto período de tempo tem seus propósitos desviados pelo sol que brilha todos os dias na pele, no coração e na alma daqueles que encontram muito mais que o resultado de suas pesquisas científicas. Encontram o amor, a amizade e o desejo de viver intensamente a aventura de se entregar aos seus mais secretos sonhos e anseios.
A jovem Iara, nativa da terra quente e descendente de índios, entra na vida e nos corações do jovem casal recém-chegado das terras álgidas.
Natasha, vivendo um momento crucial em sua carreira, dá à luz Yuri e o entrega aos cuidados da brasileira. O menino, de corpo nativo e coração estrangeiro, será criado ao lado de Moara, filha de Iara. E assim como sua mãe ela também vai entrar em seu caminho.
E o que começou como uma brincadeira de infância acaba tomando grandes proporções na medida em que a vida com seus mistérios os convida a viver uma experiência apaixonante e proibida.
Para uns, o amor está sempre em primeiro plano; para outros, ele é só um detalhe. E enquanto o destino brinca com a existência daqueles que acreditam serem donos absolutos de suas verdades, a ilusão e a realidade se confundem e maltratam os corações desavisados.

2 comentários:

  1. Ahhh, que postagem linda!!! Muito obrigada por tanto carinho e pela emoção que me proporcionou!
    Um beijo enorme, Eliana

    ResponderExcluir
  2. Fico muito feliz que tenha gostado!Adoro seu livro!
    Beijão!

    ResponderExcluir